PUBLICADO EM 01/AGO/17


A FIGURA DA MULHER NA SOCIEDADE

Neste mês de agosto, vamos continuar a preparação para

o 3º Encontro Diocesano da Pastoral da Juventude (EDPJ)

 

 

VER:


Ambientação: Adornar a Bíblia com flores e papéis em forma de coração

 

Oração Inicial: Pedir que cada um pegue um coração e coloque nele o nome de uma mulher importante na sua vida, depois dizer o nome dela, e agradecer a Deus pela vida da mulher cujo nome escreveu.


Texto para ajudar na Reflexão:

 

Ser mulher na sociedade de hoje não é uma tarefa fácil. Enquanto os homens estão lutando por avanços, nós ainda temos que lutar por Direitos, e para nos equiparar a eles. Temos nossos corpos, que são também nossos templos, muitas vezes violados e violentados. Toda essa dificuldade e cultura muitas vezes são reproduzidas dentro das nossas Paróquias e Comunidades. E a casa de Deus, onde deveríamos nos sentir bem e acolhidas, pode tornar-se mais um lugar de incômodos. Mas nós, meninas e mulheres, devemos buscar em Maria, a força e o exemplo que precisamos para mudar essa realidade! Tendo a fé e a certeza de que somos filhas de Deus Pai, e esse espaço é igualmente nosso.

 

A Igreja não pode ser um impedidor de nossas lutas e progressos, mas um instrumento na nossa luta por uma sociedade melhor, mais justa e humana, seguindo os princípios deixados por Jesus Cristo. A Bíblia Sagrada também deve ser nossa aliada na busca de interpretações que justifiquem nossas pautas para nós e para todos os fiéis. Dessa forma, e juntas, conseguiremos transformar não só nossas Igrejas em lugares melhores para as que virão depois de nós, mas a sociedade para todos!


(Bruna Trajano - palestrante do 3ª EDPJ)


JULGAR:


1 - Qual o papel da mulher na sociedade de hoje?
2 - Quais as lutas das mulheres nos dias de hoje?
3 - Como o homem pode e deve agir para que elas tenham dignidade e direitos?
4 - Qual o lugar da mulher na Igreja?
5 - De que forma a religião pode ajudar as mulheres na sua luta por Direitos Iguais, e uma Sociedade mais justa e Igualitária?


AGIR:


Dinâmica: E se você fosse ela?


Material: Uma caixa - pode ser de sapato/madeira / Um espelho / Tiras de papel / Sacola plástica - pode ser saco de papel ou um recipiente qualquer;


Preparo:


- Com antecedência, a pessoa responsável pelo encontro deverá colar o espelho dentro da caixa e escrever a seguinte mensagem: "E se você fosse ela?";


- Cada tira de papel deve conter uma dessas frases com o seu determinado número:


1 - Ana em sua profissão ganha 62,5% a menos que Paulo.
2 - Maria foi agredida por seu marido Marco.
3 - “Mas estava certo, tem é que parar de se vestir como vadia senão é estuprada mesmo!”


Obs: podem ser colocadas outras frases que levem a questionar o verdadeiro valor da mulher.


- Dobre as tiras de papel e as coloque dentro da sacola


Ação: De início, não mostre o conteúdo da caixa para os participantes;


Peça para que cada participante pegue uma das tiras de papel de dentro da caixa;


Estimule uma discussão sobre cada frase contida nas tiras e observe atentamente o que cada participante responde;


Quando os participantes terminarem de opinar sobre cada tira, o responsável pelo encontro pede para que um de cada vez olhe o conteúdo da caixa;


Após isso, o responsável pelo encontro pode fazer acréscimos a cada frase contida nas tiras de papel, exemplo: “Essas tiras contêm dados verdadeiros, com base em pesquisas e fatos históricos”.


1- Ana e Paulo possuem o mesmo cargo, e exercem a profissão de consultores, isso é justo?


2- Maria, enquanto dormia, recebeu um tiro do então marido, Marco, que a deixou paraplégica. Depois de se recuperar, foi mantida em cárcere privado, sofreu outras agressões e uma nova tentativa de assassinato, também pelo marido, por eletrocussão. A história dessa mulher inspirou a lei Maria da Penha.


3- Em 2011, o Afeganistão foi eleito o país mais violento para com as mulheres. Essas mesmas mulheres são constantemente estupradas e lá, elas usam burcas.


Oração Final: Lc 1, 42-55


Fazer uma breve reflexão sobre a importância de Maria na Igreja e das mulheres de nossa comunidade, terminar com uma Ave Maria e o Pai Nosso.

 

Ver Mais
Mandem suas críticas e sugestões para os próximos encontros na nossa página do Facebook: Pastoral da Juventude Diocese de Nova Iguaçu

 

Um Forte Abraço e até mês que vem!

 

Paula Almeida - Assessoria e Coordenação
da Pastoral da Juventude de Nova Iguaçu

VÍDEO EM DESTAQUE
ALGUNS LINKS DIOCESANOS
 
   
nossos contatos  

 
(21) 2767-0472
 
caminhandojornal@gmail.com
 
/diocesedenovaiguacu
 
 
endereço

Mitra Diocesana
Endereço: Rua D. Adriano Hipólito, 8
Bairro: Moquetá - Nova Iguaçu - RJ